Abordagem da nutrologia no estresse

Abordagem da nutrologia no estresse

Definição

O estresse pode ser definido como função das situações de vida que, quando percebidas como afetivas, desencadeiam estados emocionais e reações fisiológicas diversas.
O estresse é a resposta inespecífica do corpo à qualquer coisa que lhe seja solicitada. Isto significa que os estressores podem ser coisas boas (ex.: promoção no emprego) às quais devemos adaptar-nos (estresse) ou coisas ruins (ex.: morte de alguém), às quais devemos também adaptarmo-nos (distresse): ambas desencadeiam as mesmas respostas fisiológicas. O estresse começa com uma situação de vida que causa desequilíbrio (de forma suave ou abrupta).

Fisiopatologia

Os hormônios adrenais causam aceleração cardíaca, dilatação coronariana, aumento do metabolismo basal, maior consumo de oxigênio e aumento da pressão arterial como algumas respostas físicas do corpo ao agente estressor.
Os efeitos do estresse sobre o organismo são de diversos tipos: doenças cardíacas coronarianas, doenças digestivas (gastrites, úlceras), neurológicas (cefaléias, enxaquecas, ansiedade, depressão, vontade de ficar sozinho, baixa autoestima, distúrbios do sono), imunológicas (alergias cutâneas e respiratórias, psoríase, câncer), esqueléticas (fibromialgia, dores lombares, cervicais, artroses, fadiga), endócrinas e alterações do peso, impotência, libido, TPM).
O Estresse nada mais é do que a interação entre estímulo (o que causa o estresse) e a resposta orgânica à este estímulo (Hipertensão Arterial, aumento da transpiração e respiração, hiperglicemia). Quando acumula-se a química do estresse não descarregado, a reação ao mesmo se torna nociva.
Quanto mais, e por maior tempo, a fisiologia variar, mais propenso o organismo se torna a sentir os efeitos prejudiciais da reação ao estresse.
Muitas vezes o paciente vai ao consultório para realizar vários exames, para investigar os motivos para o cansaço excessivo, variação de peso, irritabilidade, ansiedade e outros sintomas. Na maioria dos casos, os exames estão normais, mas isto não significa que o paciente não tenha nada.
No estresse, é comum a presença de diversos sinais e sintomas clínicos sem modificações laboratoriais associados, o que leva os médicos a prescreverem medicamentos de vários tipos, visando eliminar os sintomas, mas não tratando a causa base, que é o estresse.

Estresse Profissional

Pouco estresse do trabalho é quase tão prejudicial à saúde quanto muito estresse do trabalho. Existe um nível ideal de estresse profissional. O esgotamento é uma reação adversa do estresse do trabalho com componentes psicológicos, psicofisiológicos e comportamentais.
Os sintomas incluem diminuição do senso de humor, pular intervalos para repouso e alimentação, aumento no número de horas extras, ausência de férias, aumento de queixas físicas, diminuição do desempenho profissional, auto medicação e mudanças psicológicas, como depressão ou sensação de estar num “beco sem saída”.

Estresse Familiar

Os estressores familiares incluem preocupações financeiras, casamentos onde ambos trabalham fora, criação de filhos, influência das características individuais dos membros da família e desmoronamento do núcleo familiar, do convívio entre pais e filhos motivados pela absoluta falta de tempo canino.
As pessoas têm maior controle sobre as vidas e ambiente do que pensam. Infelizmente, muitos de nós não exercemos este controle e perdemos o rumo com as mudanças rápidas e estressantes.
Administrar o estresse é aprender o auto controle. Pessoas com baixa auto estima sentem estresse por não pensarem bem sobre si mesmas. Diminuindo os comportamentos estressantes e aumentando os componentes saudáveis, você pode lidar melhor com o estresse em sua vida.

Tratamento 

A boa nutrição pode ajudar no controle do estresse. Procure ingerir alimentos frescos, saudáveis de fontes variadas (carboidratos, proteínas, vegetais, frutas, cereais).

  • Mantenha a saúde pela alimentação com práticas como comer menos gordura, menor ingestão de bebidas alcoólicas, ingestão de mais fibras e vegetais crucíferos. Isto reduz os estressores da dieta. O estresse pode esgotar as reservas de vitamina C e complexo B.
  • No estresse crônico, a suplementação vitamínico-mineral geralmente é necessária.
  • Diminuir drasticamente o consumo do café, que é um pseudo estressor.
  • Atividades físicas regulares, além de técnicas de relaxamento são extremamente eficazes.
  • Quanto maiores e mais importantes forem as mudanças na vida de uma pessoa, maiores também as chances de contrair doença física ou psicológica.
  • Já que o estresse é uma adaptação à mudança maiores quantidades de mudanças na vida equivalem a mais estresse e mais doenças. Aborrecimentos no dia-a-dia causam mais danos ao coração do que se imagina.

 

Fonte: http://midi.as/CmB

Comments are closed.

PHVsPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hYm91dF9idXR0b248L3N0cm9uZz4gLSBMRVIgTUFJUy4uLjwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2Fib3V0X2hlYWRlcjwvc3Ryb25nPiAtIERyLiBQYXVsbyBSb2JlcnRvPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWJvdXRfcGhvdG88L3N0cm9uZz4gLSAvd3AtY29udGVudC91cGxvYWRzLzIwMTIvbG9nby5qcGc8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hYm91dF90ZXh0PC9zdHJvbmc+IC0gTmFzY2lkbyBFbSBCbHVtZW5hdSBTLkMuIEZleiB0b2RvIGVuc2lubyBiw6FzaWNvIGVtIExhZ2VzIFMuQzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkXzMwMF9hZHNlbnNlPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfMzAwX2ltYWdlPC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tL2Fkcy8zMDB4MjUwYS5qcGc8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF8zMDBfdXJsPC9zdHJvbmc+IC0gaHR0cDovL3d3dy53b290aGVtZXMuY29tPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfY29udGVudDwvc3Ryb25nPiAtIGZhbHNlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfY29udGVudF9hZHNlbnNlPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfY29udGVudF9pbWFnZTwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbS9hZHMvNzI4eDkwYS5qcGc8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF9jb250ZW50X3VybDwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkX2hlYWRlcjwvc3Ryb25nPiAtIGZhbHNlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfaGVhZGVyX2NvZGU8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF9oZWFkZXJfaW1hZ2U8L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vd3d3Lndvb3RoZW1lcy5jb20vYWRzLzQ2OHg2MGEuanBnPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfaGVhZGVyX3VybDwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FkX3RvcDwvc3Ryb25nPiAtIGZhbHNlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfdG9wX2Fkc2Vuc2U8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hZF90b3BfaW1hZ2U8L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vd3d3Lndvb3RoZW1lcy5jb20vYWRzLzQ2OHg2MGEuanBnPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYWRfdG9wX3VybDwvc3Ryb25nPiAtIGh0dHA6Ly93d3cud29vdGhlbWVzLmNvbTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2FsdF9zdHlsZXNoZWV0PC9zdHJvbmc+IC0gZGFya19ncmVlbi5jc3M8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19hdXRvX2ltZzwvc3Ryb25nPiAtIHRydWU8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19ibG9nX2NhdDwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2Jsb2dfbmF2aWdhdGlvbjwvc3Ryb25nPiAtIGZhbHNlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fYmxvZ19wZXJtYWxpbms8L3N0cm9uZz4gLSAvP3BhZ2VfaWQ9NDM8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19ibG9nX3N1Ym5hdmlnYXRpb248L3N0cm9uZz4gLSBmYWxzZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2J1dHRvbl9saW5rPC9zdHJvbmc+IC0gLz9wYWdlX2lkPTUyPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY2F0X2JveF8xPC9zdHJvbmc+IC0gdHJ1ZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfMTA8L3N0cm9uZz4gLSBmYWxzZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfMTBfaW1hZ2U8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzExPC9zdHJvbmc+IC0gZmFsc2U8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzExX2ltYWdlPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY2F0X2JveF8xMjwvc3Ryb25nPiAtIGZhbHNlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY2F0X2JveF8xMl9pbWFnZTwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfMV9pbWFnZTwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfMzwvc3Ryb25nPiAtIHRydWU8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzNfaW1hZ2U8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzQ8L3N0cm9uZz4gLSBmYWxzZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfNF9pbWFnZTwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfNTwvc3Ryb25nPiAtIHRydWU8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzVfaW1hZ2U8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jYXRfYm94XzY8L3N0cm9uZz4gLSB0cnVlPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY2F0X2JveF82X2ltYWdlPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fY2F0X2JveF83PC9zdHJvbmc+IC0gdHJ1ZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2NhdF9ib3hfN19pbWFnZTwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2N1c3RvbV9jc3M8L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19jdXN0b21fZmF2aWNvbjwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2ZlYXR1cmVkX3Bvc3RzPC9zdHJvbmc+IC0gMjwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2ZlZWRidXJuZXJfdXJsPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fZ29vZ2xlX2FuYWx5dGljczwvc3Ryb25nPiAtIDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX2xvZ288L3N0cm9uZz4gLSA8L2xpPjxsaT48c3Ryb25nPndvb19tYW51YWw8L3N0cm9uZz4gLSBodHRwOi8vd3d3Lndvb3RoZW1lcy5jb20vc3VwcG9ydC90aGVtZS1kb2N1bWVudGF0aW9uL2FwZXJ0dXJlLzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX25hdl9leGNsdWRlPC9zdHJvbmc+IC0gPC9saT48bGk+PHN0cm9uZz53b29fcmVzaXplPC9zdHJvbmc+IC0gdHJ1ZTwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3Njcm9sbGVyX3Bvc3RzPC9zdHJvbmc+IC0gNDwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3Nob3J0bmFtZTwvc3Ryb25nPiAtIHdvbzwvbGk+PGxpPjxzdHJvbmc+d29vX3RoZW1lbmFtZTwvc3Ryb25nPiAtIEFwZXJ0dXJlPC9saT48L3VsPg== Todos os direitos reservados de Paulo Roberto.